OPEN THE DOORS

O Projeto Open the Doors foi implementado entre setembro de 2015 e agosto de 2017. Sendo um projeto Erasmus +, o objetivo era que o projeto fosse experimental.

Foram experimentadas novas didáticas para a prevenção NEET (novas oportunidades para jovens em risco de exclusão social) através da capacitação em didáticas do século 21 entre os profissionais envolvidos no projeto: professores, educadores sociais e mediadores juvenis.

A missão do Projeto baseou-se na crença de que, se forem dados aos jovens NEET contextos e oportunidades de aprendizagem apropriados, estes serão capazes de desenvolver capacidades intelectuais, criativas e de aprendizagem. Assim, o Projeto foi projetado em torno de uma forma inovadora e prática de trabalhar com jovens em risco de exclusão social.

As metodologias orientadas para o futuro foram:

APRENDIZAGEM INTERLIGADA COM A VIDA REAL

Os educadores que fazem a prevenção dos NEET e as equipas de jovens constroem capacidade através do envolvimento em problemas e desafios importantes para a comunidade e para o mundo envolvente.

MÉTODOS DE ENSINO DO SÉCULO XXI EM REALIDADES MISTAS

Os educadores que fazem a prevenção dos NEET e as equipas de jovens constroem capacidade através da integração de realidades físicas e virtuais no seu processo de trabalho, numa interligação com o local e o global.

TRABALHAR COM A COMUNIDADE

Os educadores que fazem a prevenção dos NEET e as equipas de jovens constroem capacidade através da criação de parcerias com diversos atores sociais, desde instituições, empresas privadas, NGO e autoridades locais.

MENTALIDADE EMPREENDEDORA E CAPACIDADE DE INICIATIVA

Os educadores que fazem a prevenção dos NEET e as equipas de jovens constroem capacidade através da criação de projetos que identifiquem necessidades e interesses da comunidade e através de uma intervenção que vá de encontro a essas mesmas necessidades e interesses.

TECNOLOGIA CRIATIVA

Os educadores que fazem a prevenção dos NEET e as equipas de jovens constroem capacidade quando registam o seu trabalho e o seu processo de aprendizagem através de meios de comunicação social criativos e os partilham através de redes profissionais, sociais e de jogos.

A capacitação dos educadores adveio da interação entre a experimentação prática inovadora e as reflexões coletivas sistematicamente incluídas no projeto.

O Projeto contou com uma parceria de nove organizações:

Escola de Can Cuni (Espanha) Escola de Kontiki (Hungria) Escola de Piatra (Roménia) Educa (República Checa) Universidade de Chester (Inglaterra) Universidade de Glasgow (Escócia) Euricon (Holanda) Associação Educativa Vall del Terri (Espanha) Working with Europe (Espanha) Escola de Segunda Oportunidade de Matosinhos (Portugal).

Para mais informações, clique aqui

465681_382065748478593_385297542_o.jpg