Pedagogia

A E2OM adopta um modelo pedagógico e organizacional que claramente a distingue da experiência escolar anterior insucedida dos jovens. Aqui procuram descobrir o seu próprio caminho de vida profissional e pessoal. Todos têm direito a uma nova oportunidade, para descobrirem que também têm capacidades, sonhos e vontade de os concretizar, que também têm direito ao futuro.

(1) A formação não é igual para todos e cada jovem desenvolve o seu programa individual de formação e mudança, de acordo com as suas necessidades de formação e os seus interesses, avaliando a sua execução com regularidade e introduzindo os ajustamentos necessários, contando sempre com o apoio dos formadores e dos profissionais de aconselhamento e orientação da escola.

(2) A formação organiza-se em módulos flexíveis e promove competências gerais básicas (de numeracia e literacia), pessoais, sociais e de cidadania, (trabalhar em grupo, criatividade, respeito por si e pelos outros, participação social) competências profissionais e tecnológicas, expressões artísticas e desporto. A frequência e a duração dos diferentes módulos de formação são naturalmente diferentes de jovem para jovem, decorrendo das suas necessidades, interesses e disponibilidade.

(3) Uma parte da formação realiza-se em contexto de trabalho e decorre em empresas de forma a familiarizar os jovens com o mundo do trabalho. Para além disso, cada um dos workshops tem uma componente de produção, orientada para a satisfação de necessidades de bens e serviços do mercado local, conferindo ao trabalho dos jovens uma utilidade social e uma exigência de rigor.

(4) Muitas das aprendizagens são desenvolvidas de forma informal em actividades realizadas conjuntamente por estudantes e professores, cozinhando, pintando, jogando, tomando as refeições ou indo juntos a uma visita de estudo.

(5) Informática, multimédia e novas tecnologias assumem um papel central na vida da escola e são importantes ferramentas formativas, ao serviço de aprendizagens activas dos jovens.

(6) Cada jovem desenvolve o seu plano de formação, em média, ao longo de um ano de trabalho (podendo este período de formação prolongar-se em casos devidamente justificados), sendo depois ajudado a regressar a percursos regulares de formação escolar e profissional ou então a encontrar um emprego. A escola mantém-se em contacto com os seus ex-alunos, que a ela regressam sempre que precisam de uma ajuda, de um conselho ou de uma mão amiga.

465681_382065748478593_385297542_o.jpg